CARTA AOS VETERINÁRIOS – O CLÍNICO DE PEQUENOS ANIMAIS

Aos meus ex-alunos da UFF e hoje, além de veterinários, grandes amigos. Para ser um bom CLÍNICO tem que ter caráter, personalidade, respeito e responsabilidade. Você já nasce com o dom de tratar e cuidar, o professor só incentiva ou oprime. Lembre-se : quando a pessoa faz o que gosta, com garra e dedicação, é bem sucedido e tem prazer na profissão. Vamos lá:
1. QUANTO AO PACIENTE:PODE SIM E DEVE!!! Tratar o animal com carinho - trate como você gostaria que o seu animal fosse tratado naquela situação!!! pode elogiar, conversar, fazer carinho, pegar no colo, manipular com cuidado e conter com delicadeza - APENAS QUANDO EXTREMAMENTE NECESSÁRIO USAR IMOBILIZAÇÃO RESPEITOSA E NÃO ULTRAJANTE. Lembre-se, você fez veterinária porque ama os animais e quem ama cuida. Estão ali na sua frente porque precisam de ajuda e é a hora mais bonita para você manifestar o seu amor, e tentar ajudá-los.
2. QUANTO AO PROPIETÁRIO: TENHA A CONDUTA E DÊ A ATENÇÃO QUE VOCÊ GOSTARIA DE RECEBER. PERGUNTE-SE: e se fosse você ou um ente querido? Você gostaria que dessem atenção? Que tivessem paciência? Seja sempre sincero, realista e tenha paciência para explicar o quadro clínico do animal e como deve ser feito o tratamento.
3. VOCÊ CLÍNICO: O clínico que é CLÍNICO tem o gen no sangue. Tem que querer estar sempre com o "umbigo encostado na mesa" - se não está faltando alguma coisa. Foi aquele estagiário, primeiro a chegar e último a sair. Comeu, bebeu, dormiu "clínica de pequenos" até impregnar no sangue. .. e fortalecer o gen ...
O Clínico que é Clínico tem algumas características que são importantes: Uma "pitada da insegurança" (ou seria responsabilidade?). Segurança demais na nossa profissão pode MATAR o paciente! Na menor dúvida, não aplique, pergunte! Não sabe, vá estudar, pergunte ou indique, não trate ou injete! Animal tem peso e espécie – consulte o DEF e o AAHA ou qualquer outra fonte segura!!!
4. Ah, conselhos finais: em primeiro lugar, RESPEITE-SE! Você se tornará um Clínico mais competente, menos estressado e mais feliz. Tenha tempo para você! O tempo a gente arruma SIM!!! Trate-se, exercite-se, coma com qualidade, dê atenção à quem você ama. Sua profissão não é tudo! Qualidade de vida é fundamental.

Profa. Dra. Ana M. B. Soares. Universidade Federal Fluminense.