Bem-estar do pet idoso

idoso 1 praia dos bichosMantendo saudável seu animal mais velho.

Devido a melhores cuidados veterinários e nutrição, os animais estão vivendo por mais tempo.
Com os cuidados corretos, os anos dourados de seu pet podem ser longos, saudáveis e felizes.

O que você deveria saber a respeito de seus animais mais velhos:

Pets idosos precisam de mais cuidados. Conforme seu animal envelhece, ele ou ela precisarão de mais frequentes exames físicos e testes adicionais. O melhor tipo de cuidado de saúde para animais idosos é o preventivo.
Animais envelhecem em ritmos diferentes. O envelhecimento varia de acordo com a raça, tamanho corporal e questões individuais. Raças maiores de cães, de maneira geral, envelhecem mais rapidamente que cães menores.
Prevenção é a chave. Muitas doenças a que pets mais velhos estão suscetíveis são 100% evitáveis com o tratamento preventivo ou são facilmente controláveis se detectadas cedo o bastante.
Mantenha-os em forma. Nutrição adequada e um plano de exercícios regulares podem ajudar seu pet a ter uma vida mais longa e saudável.

 

Perguntas e respostas

 

Meu animal ainda precisa ser vacinado?

Seu veterinário aconselhará que vacinas específicas são necessárias de acordo com o local onde você vive, que tipo de vida seu pet mais velho leva e quais são os riscos de saúde únicos dele ou dela.
Em geral, uma vez que a imunidade é estabelecida, animais idosos saudáveis podem receber doses de vacina uma vez a cada 1 a 3 anos, dependendo da vacina.

 

O que posso fazer se meu pet tiver artrite?

Seu veterinário pode recomendar medicamentos anti-inflamatórios, suplementos articulares ou mudanças na dieta prescrita para tratar essas condições:

● Relutância em se erguer, mexer ou brincar;
● Tolerância reduzida a exercícios;
● Dificuldade em subir ou descer escadas;
● Um caminhar claudicante (andar mancando);
● Imobilidade que aumenta rapidamente logo após exercícios;
● Em gatos, um andar “a pulos de coelho” ou relutância a saltar.

idoso 2 praia dos bichos

 

Como posso prevenir o ganho de peso de meu pet?

Há dietas excelentes formuladas para animais com sobrepeso que são, ao mesmo tempo, saborosas e eficazes no auxílio da redução e controle de peso.

 

Como manter seu melhor amigo por perto pelo máximo de tempo possível.

 

Leve seu pet idoso ao veterinário duas vezes ao ano.

Animais mais velhos devem visitar seus veterinários ao menos duas vezes ao ano. Cães e gatos envelhecem de 4 a 5 vezes mais rápido que nós e, como resultado, problemas de saúde podem progredir muito mais rapidamente.

Ironicamente, uma vez que os animais domésticos têm uma vida mais longa hoje em dia, eles cada vez mais sofrem de muitas das mesmas doenças crônicas que afetam seres humanos:


● Câncer
● Diabete
● Insuficiência renal
● Distúrbios hepáticos e intestinais
● Artrite
● Problemas de visão
● Questões comportamentais relacionadas à senilidade
● Problemas dentários
Felizmente, hoje em dia há muitas maneiras de tratar estas condições e aumentar o bem-estar de seu pet.

 

Animais mais velhos precisam de exames mais completos

De maneira geral, as visitas de seu pet idoso ao veterinário devem incluir:

● Consulta de saúde. Conte a seu veterinário se você notou qualquer mudança recente no comportamento de seu animal de estimação ou outros problemas, tais como dificuldade em se enturmar, mudança de apetite ou qualquer caroços ou inchaços.
● Exame com toque. Seu veterinário irá “apalpar” ou sentir o sistema musculoesquelético, abdômen e cabeça e região de pescoço em seu pet para apontar anormalidades. Um estetoscópio é utilizado para ouvir o coração e pulmão de seu animal. Os olhos, orelhas e boca de seu pet também serão checados em busca de problemas relacionados à idade, tais como catarata, problemas odontológicos ou distúrbios do canal auditivo.
● Testes de diagnóstico, tais como trato sanguíneo, análise de urina e possíveis radiografias (baseadas no que seu veterinário sentir que é necessário). Raios-X podem ser essenciais para identificação de problemas que não podem ser encontrados através de um exame físico.
● Exame de fezes para checar possíveis parasitas intestinais.
Recomendações a respeito dos cuidados de bem-estar, tais como pulgas, carrapatos e controle de parasitas intestinais, teste e prevenção de dirofilariose (parasita do coração) e limpeza dental.
● Vacinas apropriadas para idade e risco. Assim como acontece com seres humanos, a vacinação essencialmente ensina o sistema imunológico do seu animal a reconhecer e destruir doenças infecciosas antes que elas possam adoecer seu pet.

 

idoso 3 praia dos bichosA importância do atendimento odontológico

Doenças odontológicas podem causar mau hálito, inflamação nas gengivas, dentes perdidos, soltos ou quebrados, junto a dor persistente e desconforto. Pode levar a problemas sistêmicos de saúde.

Certifique-se de seguir as recomendações de seu veterinário a respeito de exames odontológicos, cuidados em casa e limpezas dentárias. Alguns sinais de que seu animal pode ter algum problema odontológico:

● Mau hálito
● Patadas na boca ou dentes
● Baba
● Dificuldade em se alimentar
● Gengivas vermelhas, irritadas, inchadas ou sangrando

 

Sinais de fraqueza na saúde

Uma visita a seu veterinário é recomendável caso você note algo dentre o seguinte:
● Perda inexplicável de peso
● Urina e/ou sede em excesso
● Perda de apetite ou letargia
● Mudanças de comportamento
● Diarreia ou vômitos
● Nódulos, inchaços ou irritações na pele
● Mau hálito, tártaro sobre os dentes ou gengiva sangrando
● Odores nas orelhas, vermelhidão, coceiras ou cabeça tremendo
● Claudicação (animal mancando)

 

Dicas animais:

1. Detectar problemas mais cedo, antes que se tornem sérios, frequentemente significa que serão mais fáceis e menos caros para tratar.
2. Conforme os animais envelhecem, exercícios regulares e suaves são essenciais para manter a boa condição do corpo.